Companhia Negra de Teatro estreia Chão de Pequenos no Sesc Pinheiros

O espetáculo Chão de Pequenos, da Companhia Negra de Teatro, discute intolerância e preconceito por meio da história de dois jovens abandonados por suas famílias, a partir de uma dramaturgia baseada em histórias reais colhidas em pesquisas e entrevistas da equipe com várias famílias e pessoas relacionadas com o tema da adoção. A peça faz sua estreia em São Paulo, no Sesc Pinheiros, dia 12 de setembro, quinta-feira, 20h30. O espetáculo atualmente é indicado do 5º Prêmio Sinparc de Artes Cênicas em sete categorias: Texto Inédito, Espetáculo, Diretor, Ator, Ator Coadjuvante, Criação de Luz e Trilha Sonora.

 

Formada pelo ator e diretor Felipe Soares, pelo ator e iluminador Eliezer Sampaio e com colaboração artística do ator Ramon Brant, a Companhia Negra de Teatro tem circulado pelo Brasil e pelo exterior com o espetáculo Chão de Pequenos, que tem direção de Tiago Gambogi e Zé Walter Albinati.

 

No palco, os atores contam a história de dois jovens, Lucas Silva e Pedro Henrique, entre a infância e a adolescência, marcados pela orfandade e o abandono da própria família. Dos orfanatos às ruas das grandes cidades, a fábula dos garotos revela a importância da empatia, do diálogo e do afeto nos dias de hoje, numa sociedade marcada pela intolerância e pelo preconceito. “Acredito que o espetáculo contribui para que o tema da adoção tenha mais visibilidade e que a discussão se estabeleça também por meio da arte”, diz Ramon. “O espetáculo é, antes de tudo, sobre amizade. Sobre o encontro que presentifica o cuidado no trato com o outro. Sobre querer ser visto em um mundo de visão anestesiada. Existimos por causa dos outros, para os outros, por nós”, completa.

 

Na trajetória da Companhia Negra de Teatro, os artistas contam também com o apoio de outros colaboradores empenhados em discussões sobre questões raciais no Brasil. Em Chão de Pequenos destaca-se a colaboração da escritora Ana Maria Gonçalves – autora do premiado romance Um Defeito de Cor – que tem textos utilizados na peça. As performances do grupo são sempre autorais e questionam problemas sociais graves, como o racismo e as desigualdades sociais.

 

“Neste espetáculo abordamos o fato de negros serem mais preteridos do que os brancos no momento de uma adoção”, conta Felipe Soares. O artista destaca ainda outra performance do grupo, chamada Invisibilidade Social, em que uma pessoa negra se deita no chão vestindo um terno e segurando uma pasta, elementos suficientes para recepções muito inusitadas da parte do público. “É muito raro que se humanize um corpo negro deitado no chão da cidade com esse tipo de roupa – houve um dia em que até chamaram a polícia durante a performance. Se o corpo deitado no chão fosse de uma pessoa branca, as reações seriam completamente diferentes”, diz o artista.

 

“É interessante perceber o que o espetáculo causa principalmente nas mulheres, nas mães e nas pessoas ligadas à maternidade. O tema da adoção é até hoje um tabu na sociedade brasileira, com poucos avanços. A orfandade e a adoção se abraçam entre os públicos que a gente visita”. Ramon Brant.

Serviço

Chão de Pequenos – Companhia Negra de Teatro

Temporada: de 12 de setembro a 12 de outubro de 2019, quinta a sábado, às 20h30

Nos dias 21 de setembro e 12 de outubro, sábados, as sessões serão às 18h

Local: Auditório (3º Andar)

Duração: 55 minutos | Classificação: 12 anos

Ingresso: R$ 25 (inteira), R$ 12,50 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor de escola pública com comprovante) e R$ 7,50 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculados no Sesc e dependentes/Credencial Plena).

Sesc Pinheiros – Rua Paes Leme, 195
Bilheteria: Terça a sábado das 10h às 21h. Domingos e feriados das 10 às 18h
Tel.: 11 3095.9400
Estacionamento com manobrista: Terça a sexta, das 7h às 21h30; Sábado, das 10h às 21h30; domingo e feriado, das 10h às 18h30. Taxas / veículos e motos: para atividades no Teatro Paulo Autran, preço único: R$ 12 (credencial plena do Sesc) e R$ 18 (não credenciados).Transporte Público: Metrô Faria Lima – 500m / Estação Pinheiros – 800m

Sesc Pinheiros nas redes: Facebook, Twitter e Instagram: @sescspinheiros

Para credenciamento, encaminhe pedidos para imprensa@pinheiros.sescsp.org.br

Anúncios

Trabalho voluntário no exterior é modalidade de intercâmbio

É possível ajudar o mundo a se tornar um lugar melhor com pequenas ações. E, uma delas, é o trabalho voluntário. Além de ser uma maneira de dar retorno à sociedade e conhecer de perto um grupo social e cultural diferente, é também um caminho mais humano para adquirir valiosas qualidades como pessoa. Qualidades estas que são muito apreciadas no mercado de trabalho. Por isso, a EF, multinacional sueca de intercâmbio, tem um programa sob medida que une desenvolvimento pessoal e profissional na África do Sul.

O programa especial de trabalho voluntário em Cape Town, capital do país africano, combina experiências de voluntariado de aproximadamente 50 horas com, no mínimo, oito semanas de cursos de língua inglesa. É, ao mesmo tempo, uma oportunidade de melhorar a fluência no idioma e participar de outra cultura de forma enriquecedora.

Com aulas interativas dentro e fora da sala, os estudantes ficam instalados em edifício moderno com vista para a Table Mountain, cartão postal da África do Sul. Recém-reformado, o espaço tem jardim interno e espaço para churrasco. Afinal, interação social está entre um dos grandes objetivos de qualquer experiência internacional.

“Um programa como este é de extrema importância para formar cidadãos e profissionais que se engajem em causas em suas cidades e empresas e que tenham também um pensamento mais igualitário e humano”, analisa Nathalle Peres, Gerente de Marketing da EF.

Além disso, Cape Town é um dos destinos preferidos de alunos intercambistas. A cidade oferece um mix de atividades, como caminhadas na Table Mountain, visitas à vinícolas, safáris organizados no Parque Nacional Kruger, shoppings, praias paradisíacas, entre outras.

Para os amantes da culinária nipônica, restaurantes oferecem versões exclusivas do Menu Degustação

Omakase, em japonês, significa “deixar aos seus cuidados”. Trata-se de um voto de confiança entre o chef e o cliente. A ideia é que o do sushiman prepare uma seleção de receitas especiais e ofereça a melhor experiência gastronômica ao cliente. Pensando nisso, listamos alguns restaurantes em São Paulo que servem esse menu. Confira:

Referência na gastronomia japonesa, o restaurante Kitchin traz o melhor das receitas orientais contemporâneas. O Omakase (R$ 280) é dividido em 16 etapas. Na experiência, Tamago Furai e Tartare de Spice Tuna com vieira e foie Gras fazem parte da entrada. Em seguida, uma seleção de sushis e shamimis recheiam o menu como: Buri com pimenta jalapeño; Salmão com pêra asiática; Niguiris de Lula Especial, Vieira Especial, Camarão Crispy e Atum com foie gras; Dyo de ostra; Gunkan Centolla spice com abacate e de ikura com ovo de codorna; Shisso tempurá; Torô ou Bluefin; Tempurá de Bijupirá com mel trufado e uma sugestão surpresa, a critério do chef. Por fim, a sobremesa pode ser escolhida entre Mochi, Petit gateau, sorvete especial, brigadeiro de colher ou frutas da estação.

O renomado restaurante Nobu também serve o Omakase em sete tempos. A chef Leticia Shiotsuka, que comanda a cozinha de São Paulo, começa servindo salmão tartare com caviar, após é servido o hamachi sashimi com jalapeño, em seguida sushis variados. Depois é a vez dos famosos shrimp tempura com creamy spicy e black cod com miso. O menu salgado é finalizado com filé mignon yuzu truffle com cebola crisp marinada. Para completar a vivência é servida a sobremesa miso cappucino.

O omakase tem o valor de R$390 por pessoa.

Sucesso em Florianópolis, o Noma Sushi, recém-chegado em São Paulo para agregar na diversidade gastronômica nos Jardins, serve seu Omakase Luminous (R$ 390), com por 42 peças de variadas composições. Porém, alguns ingredientes marcam presença no prato na maioria das vezes, como, por exemplo, omelete trufado, atum trufado, vieira canadense, ovas, barriga de salmão e polvo com cury.

Magic City anuncia novo conceito de hospedagem

O Magic City, complexo turístico que possui parque aquático, parque de diversões e pousadas, localizado em Suzano, a apenas 60km da capital paulista, anuncia para setembro um aumento na sua capacidade de hospedagem com a entrega de novos apartamentos.

Serão oito novas suítes que se somarão às 64 que já funcionam na Pousada Magic City. A grande novidade desses apartamentos é a sua forma de construção e estrutura: todos são contêineres com capacidade para 4 apartamentos cada e cerca de 59 metros quadrados.

Batizados de Eco Suítes, os dormitórios terão um design mais moderno e acolhedor e estarão localizados em uma nova área no parque onde os hóspedes poderão ficar ainda mais próximos da natureza. Os apartamentos terão capacidade para hospedar até quatro pessoas e serão equipados com TV 29”, cama de casal, beliche, frigobar e banheiro. Toda energia utilizada para aquecimento e funcionamento dos aparelhos eletrônicos serão provenientes de energia solar.

“Graças à praticidade e rapidez da instalação desse tipo de construção e principalmente por ser uma forma de arquitetura sustentável que vem ganhando cada vez mais espaço no Brasil, além desses 8 novos apartamentos que entregaremos em setembro, já estamos projetando construir outras 52 Eco Suítes nesses mesmos moldes. Dessa forma, proporcionaremos mais opções de hospedagem para nossos visitantes, ao mesmo tempo em que poderemos atender mais pessoas em datas com grande fluxo, como fins de semana, férias e feriados prolongados”, explica Marcelo Camargo, Coordenador de Marketing do Magic City.

 

Serviço

http://magiccity.com.br

Informações:

Parques – (11) 4746-5803

Pousadas – (11) 4746-5805

 

Facebook

https://www.facebook.com/magiccityoficial/

Instagram

https://www.instagram.com/magiccitybr/

 

Endereço:

Acesso pelo Km 58,5 da Rodovia Índio Tibiriçá, Suzano/SP

Purina® promove experiências na primeira Casa TPM pet friendly

Nos próximos dias 24 e 25 de agosto, acontecerá a primeira Casa TPM pet friendly, criada para promover debates relacionados ao universo feminino. Com copatrocínio de Purina®, o evento trará experiências exclusivas para os bichinhos de estimação. Uma delas é o DogPark, espaço com atividades e monitores para os pets, um cinema para os animais, em parceria com a Dog TV, e sampling de produto.

“O apoio à Casa TPM reforça nosso propósito de promover iniciativas para destacar que pessoas e pets vivem melhor juntos. Trouxemos para o evento diferentes ativações para elucidar como realizar essa integração e aprimorar a relação dos bichinhos com seus donos”, comenta Tatiana Turquete, gerente de marketing Purina®.

A Casa também terá um espaço para adoção de gatos e totens de cães em tamanho real com QR code, que direciona para um site de adoção. Além disso, Purina® apoiará um espaço petfriendly para os debates que abordam temas sobre bichos de estimação, como “Soluções além da Adoção”, no sábado (24) – 15h, e “Debate mais que amigos”, no domingo (25), às 16h.

Serviço – Casa TPM

Onde: Clube Nacional – Rua Angatuba, 701

Quando: 24 e 25 de agosto de 2019

Informações: revistatrip.uol.com.br/tpm/casa-tpm-2019

Xá de Cadera propõe reconexão com o presente durante MADE Latina

Pause e sinta o aroma. Um respiro, uma pausa. Um gole. Aproveite a MADE – Mercado Arte Design, primeira e maior feira de design colecionável do país, que acontece entre os dias 22 e 25 de agosto no Pavilhão da Bienal, em São Paulo, para tomar um “Xá de Cadera”.

A marca de chá tem nome adaptado à expressão idiomática que tanto temos aversão – espera excessiva por uma pessoa ou atendimento que excede o tempo programado. No entanto, se refletirmos sobre o quanto nosso tempo é raro nos dias de hoje, a espera passa a ganhar um novo valor.

Para florescer é preciso parar. Para se reconectar é preciso estar presente. Então, por que não aproveitar alguns desses momentos de espera que nos são impostos para calmar a sua mente e reequilibrar o seu corpo? Você pode fazer um ritual simples de relaxamento meio ao trabalho, numa sala de espera, em local público ou mesmo na tranquilidade de casa. O lugar não importa. O que conta é a sua consciência em relação a aproveitar o agora para se reconectar com o presente.

A marca foi criada há poucos meses para dar mais ênfase e ressignificação ao estilo de vida slow da sua fundadora, a designere também sommelière de chá, Manuela Sánchez. “Trabalho desenhando ideias e conceitos para novos produtos e serviços. Lifestyle, Moda, estilo, beleza, gastronomia e bem-estar fazem parte do meu dia a dia. Criar minha própria marca de chá foi uma maneira de levar o meu recado por escolhas de vida e consumo mais conscientes ao público, é uma missão pessoal”, comenta Manuela.

A intenção e essência da marca estão bem presentes em toda a comunicação e relação que o “Xá de Cadera” tem com o mercado, de forma livre, autoral e orgânica, resgatando valores de família e ciclos da natureza para melhor aproveitar o hoje, nós mesmos e uns aos outros.

Tendo como base uma carta de chás com opções para infusões e blends, a marca trabalha com produções certificadas, e provenientes de diferentes países como Brasil, Bulgária, Paquistão, Índia e Alemanha, entre outros. O menu é bem amplo e está em constante movimento. Hoje, oferece Alfazema, Folha de Amora, Ban-Chá, Capim-Limão, Eucalipto, Ipê-Roxo, Pitanga e Casca de Romã da melhor qualidade, aroma e sabor.

Os blends são os carros-chefes da marca e trazem em cada frasco todo o expertise da sommelière para combinações perfeitas, como o Energia e Luz (Gengibre, Papaia, Capim-Limão, Sempre Viva e Laranja), Calma na Alma (Alecrim, Camomila, Damiana, Valeriana e Rooibos) e Tira Vudu (Chá Branco, Flores de lavanda e Baunilha).

Os chás são envolvidos por charmosos tubos de vidro transparente com fechamento em tampa rolhada. Há opção de compra também para suportes de madeira (unitário ou kit para até onze peças). Toda a linha, incluindo embalagem,tags e amarrações do produto são recicláveis. Até os suportes são provenientes de reaproveitamento de madeira certificada.

Para quem quiser explorar mais o momento “tome um xá de cadera” a marca apresenta muito do seu conceito slow living e também oferece vendas online pelo Instagram (@tomeumxadecadera). Com a chegada da primavera, a marca já programa o lançamento de um e-commerce, incluindo edições especiais para a estação.

Experimente o valor do tempo, e da espera, com uma vida mais consciente visitando o estande do “Xá de Cadera” no espaço Gastromade da sétima edição deste, que é considerado a principal vitrine autoral do Brasil. O objetivo desse espaço, criado na última edição do evento, é unir outras frentes criativas (no caso o universo da gastronomia) com a mesma vocação dos designers de móveis em trazer ao público novos olhares e formas de consumo.

Campari participa do Festival de Gramado e convida público a conhecer ‘seu lado red’

ampari celebra sua ligação com a sétima arte e apoia pela primeira vez o Festival de Cinema de Gramado, que chega à sua 47ª edição. Convidando o público para descobrir o ‘seu lado red’, a marca do CAMPARI Group fará uma série de ativações entre os dias 16 e 24 de agosto que irão colorir de vermelho a cidade que recebe a maior celebração do cinema nacional.

Durante o final de semana mais badalado da serra gaúcha e que encerra o Festival de Cinema, o público terá a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a versatilidade da bebida provando os clássicos drinques Negroni, Campari Tônica e Campari Citrus, perfeitos para serem degustados no bar da marca que estará no salão do Palácio dos Festivais durante a exibição dos filmes entre curtas e longas metragens que integram a mostra. A marca ainda promoverá uma ação de experimentação de drinques para os visitantes nos dias 23 e 24 de agosto. A participação de Campari também contará com ativações nos restaurantes Bistrô Pastaciutta e Divino com promoção e drinques exclusivos.

A marca realizará paralelamente happy hours no Hotel Cercano, que empresta seu bar para uma produção especial de coquetéis clássicos, como o Negroni, que completa 100 anos em 2019. Nos quartos do hotel, um kit especial de Campari (taça, miniatura Campari, tônica e cartão de boas-vindas) será distribuído como welcome gift.

“A ligação de Campari com o cinema é de longa data e gostamos de dizer que cada coquetel conta uma história. Começamos essa jornada na década de 70, com diversas parcerias entre a marca e diretores importantes, culminando com o filme publicitário “Che bel paesaggio” dirigido em 1985, por Federico Fellini, criador de clássicos, como ‘La Dolce Vita”, conta Daniela Paula, diretora de marketing da CAMPARI do Brasil. “Desde 2017, temos um projeto cinematográfico chamado Red Diaries e que já teve a participação de diretores estrelados como Matteo Garrone, diretor de Gomorra”, completa a executiva.

Para fechar a experiência de Gramado com vermelho, na sexta-feira, 23, Campari estará presente como patrocinador da Luminous Closed Party, a festa mais exclusiva do Festival de Cinema. Durante toda a noite, os convidados serão surpreendidos com ativações inéditas onde serão preparados drinques como Negronis, Campari Tônica e Citrus com um estrelado serviço de bar jamais visto.